Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS, VIDEOS)

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS, VIDEOS)

Uma barragem da Vale se rompeu nesta sexta-feira (25) na cidade mineira de Brumadinho.Segundo as primeiras informações do Corpo de Bombeiros de Contagem, que atende o município, há vítimas.

 ATUALIZADO:

Barragens da mineradora Vale se romperam nesta sexta-feira (25), em Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Imagens aéreas mostram que um mar de lama destruiu casas da região do Córrego do Feijão.

O rompimento ocorreu no início da tarde de hoje, na Mina Feijão. A Vale informou sobre o acidente à Secretaria do Estado de Meio-Ambiente às 13h37. Os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco.

Cinco feridos chegaram, até as 19h, ao Hospital de Pronto-Socorro João XXIII. O Corpo de Bombeiros confirmou por volta das 17h que havia aproximadamente 200 pessoas desaparecidas.

A empresa diz que havia empregados no local e que há possibilidade de vítimas. Segundo os Bombeiros, um refeitório da empresa foi atingido. Ainda não há informação sobre a causa do rompimento 

Os bombeiros afirmaram que 3 milhões de metros cúbicos de rejeitos vazaram. Eles afirmam também que as sirenes de emergência não tocaram.

Inicialmente, a Vale informou que o rompimento ocorreu na barragem 1 da Mina Feijão. Depois, o Ministério do Meio Ambiente informou que foram 3 barragens: uma delas se rompeu e levou ao rompimento de outras duas.

 

O que se sabe até agora

 

Rompimento ocorreu no início da tarde na Mina do Feijão, da Vale, em Brumadinho;
Mar de lama destruiu casas;
Havia empregados da Vale no local atingido pelo rompimento;
Cinco vítimas com ferimentos foram levadas ao hospital -3 mulheres (15, 22 e 43 anos) e 2 homens (ambos com 55 anos). Todos apresentam quadro estável;
O Corpo de Bombeiros diz que há cerca de 200 pessoas desaparecidas;
Corpo de Bombeiros e Defesa Civil estão no local; helicópteros resgatam pessoas ilhadas em diversos pontos;
Ao menos seis prefeituras emitiram alerta para que população se mantenha longe do leito do Rio Paraopeba, pois o nível pode subir. Às 15h50, os rejeitos atingiram o rio;
Rodovia estadual que leva a Brumadinho está fechada;
Governo montou gabinete de crise, e 3 ministros estão a caminho; Bolsonaro vai sobrevoar o local no sábado;
Por precaução, o Instituto Inhotim retirou funcionários e visitantes do local.

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS, VIDEOS)

As barragens recebem classificações quanto a risco e dano potencial. Quase todas as barragens da Vale no Córrego do Feijão era consideradas de Baixo Risco, mas Dano Potencial Alto (apenas a Barragem VII tinha Dano Potencial médio).

 

Ações de emergência
 

três mulheres (15, 22 e 43 anos) e dois homens (ambos com 55 anos). Todos apresentam quadro estável e passam por exames.

De acordo com a Defesa Civil, os moradores que vivem na parte mais baixa da cidade estão sendo retirados das casas. Vários helicópteros estão trabalhando no local no resgate de vítimas. Não há como chegar ao local por terra.

A Polícia Rodoviária Estadual informou que a MG-040, entre as cidades de Brumadinho e Mário Campos, está totalmente interditada por causa do rompimento. Em Betim, uma equipe da Defesa Civil está às margens do Rio Paraopeba. A intenção é monitorar o nível da água e verificar se há risco de o rio transbordar.

A Cruz Vermelha informou que uma equipe de 50 voluntários treinados em resgate foi enviada para a região.

A Arquidiocese de Belo Horizonte informou que iniciou uma campanha para arrecadar donativos para os atingidos pelo vazamento. As doações podem ser entregues na Rua Além Paraíba, 208, Lagoinha, na capital.

FONTE: G1

 

Uma barragem da Vale se rompeu nesta sexta-feira (25) na cidade mineira de Brumadinho.

vídeo momento do rompimento

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS)

VÍDEO INSTAGRAM
De acordo com a Defesa Civil, os moradores que moram na parte baixa da cidade serão retirados das casas. 

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTO, VÍDEO)

Os primeiros impactos do rompimento da barragem foram divulgados nas redes sociais por moradores locais. 

VÍDEO INSTAGRAM

A Vale se pronunciou no início da tarde de hoje, informando que, de acordo com os primeiros indícios, os rejeitos atingiram a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco.

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTO, VÍDEO)

"A prioridade total da Vale, neste momento, é preservar e proteger a vida de empregados e de integrantes da comunidade", disse a companhia.

 VÍDEOS INSTAGRAM

 Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTO, VÍDEO)

Governo de Minas cria força-tarefa para acompanhar ações em barragem de Brumadinho.

o governo de Minas divulgou nota nesta sexta-feira (25) informando que uma equipe da Defesa Civil e do Batalhão de Emergências Ambientais estão no local com dois helicópteros trabalhando no atendimento das vítimas. Um gabinete estratégico de crise foi formado para acompanhar as ações.

“Uma força-tarefa do Estado de Minas Gerais já está no local do rompimento da barragem para acompanhar e tomar as primeiras medidas. O Corpo de Bombeiros, por meio do Batalhão de Emergências Ambientais, e a Defesa Civil também já estão no local da ocorrência trabalhando e há dois helicópteros sobrevoando a região”, diz a nota.

O governador Romeu Zema (Novo) informou que irá se pronunciar apenas depois de ter conhecimento das informações apuradas pelas equipes que estão no local.

“O governo de Minas já designou a formação de um gabinete estratégico de crise para acompanhar de perto as ações. Assim que houver mais informações, o Governo de Minas Gerais emitirá novos comunicado”, diz a nota.

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS)

Barragem que se rompeu em Brumadinho não estava entre as 50 sem garantia de estabilidade em Minas
Reportagem publicada há um ano no Estado de Minas mostrou que Minas tem mais de 400 barragens de rejeitos e quase 10% delas apresentam riscos

O Estado de Minas mostrou no início do ano passado que Minas tem 50 barragens sem garantia de estabilidade.

A barragem de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, que se rompeu no início da tarde desta sexta-feira, não estava entre elas.

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS)

Na matéria publicada em janeiro de 2018, a procuradora de Justiça e membro da força-tarefa Rio Doce – que acompanha e cobra pelo Ministério Público de Minas Gerais ações após a tragédia do rompimento da Barragem do Fundão –, Andressa Lanchotti, há pelo menos 400 barragens de rejeitos no estado, sendo que quase 10% precisam ser monitoradas de perto devido aos perigos de ruptura, com efeitos graves para o meio ambiente e núcleos humanos.

“Usamos o inventário da Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam), estudos técnicos do MP com indicadores de quais estruturas estão em risco, dados estatísticos de processos, inquéritos civis e chegamos ao número de 37 barragens. Mas não dá para falar com segurança que além dessas não tenhamos outras em situação de risco”, afirma a procuradora, que destacou a necessidade de ampliar a fiscalização e de aprovar as leis que tramitam na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) há dois anos para que haja um fortalecimento desse controle de implantação e garantias dos empreendimentos.

 A Feam aponta a existência de 50 barragens sem garantia de estabilidade, nem todas de rejeitos. CONFIRA A LISTA:Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS)

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS)

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS)


 O que se sabe até agora


  • >>Mar de lama destruiu casas;

  • >>Havia empregados da Vale no local atingido pelo rompimento;

  • >>Quatro vítimas com ferimentos foram resgatadas por helicóptero: duas mulheres e um casal;

  • >>Hospital da região vai atender apenas vítimas do acidente;

  • >>Corpo de Bombeiros e Defesa Civil municipal e estadual estão no local; cinco helicópteros sobrevoam a área;

  • >>Ao menos seis prefeituras emitiram alerta para que população se mantenha longe do leito do Rio Paraopeba, pois o nível pode subir;

  • >>Rodovia estadual que leva a Brumadinho está fechada;
    Por precaução, o Instituto Inhotim está retirando funcionários e visitantes do local.

 

  • Vítimas
     
    >>As duas vítimas que foram levadas para o hospital estão conscientes, estáveis e passam por avaliação.


A Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) informou que o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII está preparado para receber feridos.


Segundo a Fhemig, a emergência do hospital vai atender apenas vítimas do rompimento da barragem. Demais casos serão direcionadas para outras unidades de saúde.


Ainda segundo o órgão, outros hospitais da rede estão se mobilizando para dar retaguarda ao João XXIII.

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS, VIDEOS)

Ações de emergência
 
De acordo com a Defesa Civil, os moradores que vivem na parte mais baixa da cidade estão sendo retirados das casas.


Cinco helicópteros estão trabalhando no local no resgate de vítimas - três dos bombeiros, um da Polícia Civil e um do Exército. Não há como chegar ao local por terra.

Barragem da Vale rompe em Brumadinho (MG) e cidade é tomada por lama (FOTOS, VIDEOS)
A Polícia Rodoviária Estadual informou que a MG-040, entre as cidades de Brumadinho e Mário Campos, está totalmente interditada por causa do rompimento da barragem.


Em Betim, uma equipe da Defesa Civil está às margens do Rio Paraopeba. A intenção é monitorar o nível da água e verificar se há risco de o rio transbordar.


A Cruz Vermelha informou que uma equipe de 50 voluntários treinados em resgate foi enviada para a região.

 

Autoridades
 
Uma força-tarefa do governo de Minas Gerais já está no local do rompimento da barragem em Brumadinho. “O governo de Minas Gerais já designou a formação de um gabinete estratégico de crise para acompanhar de perto as ações”, disse por meio de nota (veja íntegra ao final da reportagem).
 

"Todo aparato estatal está mobilizado e foi deslocado para a região de Brumadinho, onde ocorreu o rompimento, para acompanhar de perto as ações e colaborar no que for preciso. Estão a caminho da Mina do Feijão, o secretário de Meio Ambiente, Germano Vieira, a secretária de Impacto Social, Elizabeth Jucá, além dos Bombeiros e Defesa Civil. Ressaltamos que, neste primeiro momento, a principal preocupação é prestar toda a assistência às vítimas", diz nota do governo.
 
 

Artigos Relacionados
COMENTÁRIOS

Olá, deixe seu comentário para Você deveria estar comendo apenas "Seis batatas fritas por porção"?

Enviando Comentário Fechar :/