CHUVAS EM SC E PR: ENCHENTES E ALAGAMENTOS

Alerta Laranja, Chuvas Intensas
Paraná, Santa Catarina
5 horas atrás – Instituto Nacional de Meteorologia
Chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h). Risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas .

A Defesa Civil Estadual informou nesta sexta-feira (31) que monitora a região do Norte e Vale do Itajaí pelo risco de estragos ao longo do dia com a previsão de mais chuva. Desde quinta-feira (30), pelo menos 34 cidades tiveram danos. Há escolas públicas sem aulas, os níveis dos rios estão elevados e o solo encharcado preocupa municípios. O número de desalojados e desabrigados ainda é contabilizado pelo estado

Chuva seguirá na região nas próximas horas e por vezes será moderada a forte. Instabilidade enfraquece no fim de semana, mas enchente persistirá. Imagens da Rádio Caçanjurê

A Defesa Civil Estadual emitiu cinco alertas e o órgão opera em estado de atenção em relação a possíveis transtornos entre quinta e a manhã desta sexta. Pela manhã, o risco era de deslizamentos em Meleiro, Caçador, Praia Grande, Antônio Carlos, Blumenau, Joinville, Benedito Novo e Timbó.

Timbó
A Defesa Civil de Timbó alerta para possibilidade de deslizamentos, por causa da chuva forte. No bairro dos Estados, na Rua Caroba, houve queda de um muro.

Blumenau
Em Blumenau, foram registradas 16 ocorrências entre a quinta-feira e sexta-feira, sem gravidade, conforme informações do AlertaBlu. A previsão do tempo indica diminuição de chuva ao longo do dia. Pela manhã, o Rio Itajaí-Açu estava com 4,55 metros

Lauro Mülller
Durante a noite de quinta, foram registrados indícios de deslizamentos de encosta em Lauro Mülller, no bairro Bela Vista. Por conta dos riscos, as famílias foram para casa de parentes. No total, sete pessoas passaram a noite fora de casa. Durante esta manhã, os agentes da Defesa Civil devem fazer uma nova avaliação do local.
Forquilhinha
Devido a chuva na região, o Rio Sangão em Forquilhinha começa a sair da calha atingindo algumas ruas na comunidade Cidade Alta. Por orientação da Defesa Civil municipal, três famílias precisaram deixar as residências e são realocadas em casa de parentes. O órgão e o Corpo de Bombeiros monitoram a situação do Rio Sangão, pois o Rio Criciúma e outros afluentes estão com o nível bastante alto.
Timbé do Sul
Devido ao elevado volume de chuva durante o dia, o município de Timbé do Sul apresenta alguns pontos de alagamento no interior, os rios seguem na calha bastante elevada. Também há registros de cabeceiras de pontes danificadas.
Florianópolis
Na capital catarinense, moradores da comunidade das Areias, no Campeche, amanheceram com alagamentos nas ruas nesta sexta.

Chuvas no Paraná: quase vinte mil pessoas foram prejudicadas por temporal

O número de pessoas afetadas pelas chuvas no Paraná, nesta quinta-feira (30), subiu para 19.707 de acordo com o novo boletim, da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil, divulgado nesta sexta-feira (31).

Chuvas no Paraná
Segundo a Defesa Civil, 3.766 casas foram danificadas, dessas, em 52 os moradores precisam deixar as residências e estão desalojados. Vinte e oito moradores permanecem desabrigados.

Mortes
Em Guarapuava, um bebê de oito meses morreu afogado após a parede do quarto em que dormia desabar e a criança ser arrastada pela enxurrada. Em Curitiba, uma mulher também perdeu a vida ao colidir seu veículo contra uma estrutura de concreto na Avenida das Torres, em Curitiba, no momento do acidente chovia muito e a visibilidade era baixa.

Cidades mais atingidas pela chuva no Paraná
Vendaval, chuva forte e granizo atingiram Curitiba e os municípios de Antonina, Araucária, Rio Branco do Sul, Colombo, Contenda, Pinhais, Piraquara, Quatro Barras, São José dos Pinhais, todos na região metropolitana da capital, além de Guarapuava e de União da Vitória.

Nas cidades vizinhas à capital paranaense, o município mais atingido foi Rio Branco do Sul, onde a forte queda de granizo danificou 500 residências, afetando 2 mil pessoas. Em Pinhais, 400 residências sofreram danos, afetando 1.600 pessoas.

Milímetros de chuva por cidade
O Simepar informou que Curitiba registrou 11 milímetros de chuva em 15 minutos e rajadas de 79 km/h; Guarapuava, 30 mm em 15 minutos; Ponta Grossa, 28 mm em 45 minutos e rajadas de 64 km/h.

A chuva continua durante toda a sexta-feira, com possibilidade de temporais, se estendendo para o fim de semana, com um sábado (1º) bastante chuvoso e pancadas mais moderadas no domingo.

A previsão do Simepar é que o acumulado de instabilidade nesta sexta chegue aos 58,8 milímetros. “A previsão é de temporais na Região Metropolitana de Curitiba e na metade Sul do Paraná”, informa a meteorologista Ana Beatriz Porto.

Galeria do Artigo

Artigos Relacionados