JORGE ORWELL 1984 - DOCUMENTÁRIO EM VÍDEO

JORGE ORWELL 1984 - DOCUMENTÁRIO EM VÍDEO

'1984' não é apenas mais um livro sobre política, mas uma metáfora do mundo que estamos inexoravelmente construindo.

Mil Novecentos e Oitenta e Quatro, ou 1984, é um romance distópico clássico do autor inglês Eric Arthur Blair, mais conhecido pelo pseudônimo de George Orwell. Terminado de escrever no ano de 1948 e publicado em 8 de junho de 1949, retrata o cotidiano de um regime político totalitário e repressivo no ano homônimo.
No livro, Orwell mostra como uma sociedade oligárquica coletivista é capaz de reprimir qualquer um que se opuser a ela. A história narrada é a de Winston Smith, um homem com uma vida aparentemente insignificante, que recebe a tarefa de perpetuar a propaganda do regime através da falsificação de documentos públicos e da literatura a fim de que o governo sempre esteja correto no que faz. Smith fica cada vez mais desiludido com sua existência miserável e assim começa uma rebelião contra o sistema.

JORGE ORWELL 1984 - DOCUMENTÁRIO EM VÍDEO

'1984' não é apenas mais um livro sobre política, mas uma metáfora do mundo que estamos inexoravelmente construindo. Invasão de privacidade, avanços tecnológicos que propiciam o controle total dos indivíduos, destruição ou manipulação da memória histórica dos povos e guerras para assegurar a paz já fazem parte da realidade. Se essa realidade caminhar para o cenário antevisto em '1984', o indivíduo não terá qualquer defesa. Aí reside a importância de se ler Orwell, porque seus escritos são capazes de alertar as gerações presentes e futuras do perigo que correm e de mobilizá-las pela humanização do mundo.

 JORGE ORWELL 1984 - DOCUMENTÁRIO EM VÍDEO

1984 - A obra prima de George Orwell tem sido chamada de profética pelas sua previsões sobre a sociedade de um futuro próximo.

No capítulo 2 existe um diálogo interessante que diz o seguinte:

- Mas se o mundo não passa dum grão de pó! E o homem é minúsculo - inerme! Há quanto tempo existe? Durante milhões de anos a terra foi desabitada.

- Tolice. A terra é tão velha quanto o homem, e nada mais. Como poderia ser mais velha? Nada existe excepto pela via da consciência humana.

- Mas as rochas estão cheias de ossos de animais extintos - mamutes, mastodontes, e répteis enormes que viveram aqui muito antes do homem aparecer.

- Já viste êsses ossos, Winston? Naturalmente não. Os biólogos do século dezenove os inventaram. Antes do homem, não havia nada. Depois do homem, se por acaso acabasse, nada haveria. Fóra do homem não há nada.

- Mas o universo inteiro está fora de nós. Considera as estrelas. Algumas estão a um milhão de anos-luz de distância. Estão para sempre fóra de nosso alcance.

- Que são estrelas? - indagou O'Brien, indiferente.

- São pedacinhos de fogo a alguns quilômetros de distância. Poderíamos alcançá-las, se quiséssemos. Ou poderíamos apagá-las. A terra é o centro do universo. O sol e as estrêlas giram em tôrno dela.

Winston fez outro movimento convulso. Desta vez porém não disse nada. O'Brien continuou, como se respondesse a uma objeção falada:

- Naturalmente, isso não é verdade, para certos propósitos. Quando navegamos no oceano, ou quando predizemos um eclipse, muita vez nos convém supor que a terra rode em tôrno do sol e que as estrêlas estão a milhões e milhões de quilômetros de distância. E daí? Imaginas que não podemos produzir um sistema dual de astronomia? As estrêlas podem estar longe ou perto, conforme precisarmos. Supões que os nossos matemáticos não dão conta do recado? esqueceste do duplipensar?

 JORGE ORWELL 1984 - DOCUMENTÁRIO EM VÍDEO

FILME LEGENDADO

LIVRO JORGE ORWEEL 1984 EM PDF - CLICK AQUI

 

 

Artigos Relacionados
COMENTÁRIOS

Olá, deixe seu comentário para DOCUMENTÁRIO - A JUVENTUDE HITLERISTA: O ÚLTIMO SOLDADO INFANTIL - VÍDEO

Enviando Comentário Fechar :/